TOP 10: Melhores levadas da Madeira

A Ilha da Madeira está repleta de percursos fascinantes pela natureza e escolher as 10 melhores é, sem dúvida, um verdadeiro desafio.

Como esta escolha é sempre uma opinião muito pessoal e subjetiva, neste artigo partilhamos o nosso TOP 10 de caminhadas.

Top 10: As melhores levadas da Madeira

LEVADA DOS CEDROS (PR14)

Um caminho mágico em plena harmonia com a natureza, envolvidos por uma grande variedade de espécies endémicas de flora e fauna do Arquipélago. No final da levada, a cascata e as lagoas fazem deste o lugar perfeito para relaxar e absorver a boa energia da natureza.

LEVADA DO REI (PR18)

Esta é uma daquelas caminhadas que nos enchem os olhos e a alma, envolvendo-nos na natureza verde esmeralda que, de vez em quando, se abre para oferecer paisagens de cortar a respiração. No final, chegamos ao magnífico Ribeiro Bonito, onde as quedas de água e lagoas fazem deste um lugar verdadeiramente único.

VEREDA DO FANAL (PR13)

Com um misto de paisagens e características do terreno, esta caminhada é uma verdadeira aventura pela natureza. Ao longo do caminho, podemos deleitar-nos com as magníficas vistas panorâmicas de todo o envolvente e desfrutar da natureza no seu estado mais puro, sentindo a sua frescura a envolver-nos, num caminho revigorante que estimula todos os sentidos.

LEVADA DA RIBEIRA DA JANELA

Nós temos um carinho especial por esta levada, embora não seja uma caminhada que recomendamos com frequência. São cerca de 30km, com 9 túneis (um dos quais com quase 2km), mas há algo de especial em superar este desafio. Uma dica: no final, aconselhamos a subir a ribeira ao longo de cerca de 100 metros, onde poderão descansar e recarregar as baterias num lugar simplesmente perfeito, onde as grandes rochas formam lagoas lindíssimas.

LEVADA DOS TORNOS – BOAVENTURA

Num dos lugares mais recônditos da Ilha da Madeira, tem início este percurso que nos leva a conhecer a origem da Levada dos Tornos que é uma das mais importantes e extensas da Ilha. Ao caminhar, entramos no coração da floresta laurissilva e vamos descobrindo a sua verdadeira beleza. Rodeados do verde abundante da natureza, o melhor é deixar-nos levar e desfrutar do envolvente.

LAGOA DO VENTO

Com início na zona do Rabaçal, esta caminhada percorre uma pequena parte da Levada do Alecrim e nos leva a descobrir a Lagoa do Vento, um dos lugares mais bonitos da nossa ilha, com uma imponente cascata que cai do alto da rocha, formando a imensa lagoa. Este é o sítio perfeito para sentir a força da natureza e refrescar o nossos sentidos. Embora seja mais exigente fisicamente, a sua beleza e boa energia compensa o esforço.

LEVADA DO CALDEIRÃO VERDE (PR9)

Esta é uma das caminhadas mais conhecidas, um clássico feito e refeito por turistas e residentes. Com início na Casa das Queimadas em Santana, o percurso segue em direção ao Caldeirão Verde onde nos deparamos com uma imponente cascata que cai desde o topo do “Caldeirão”, formando uma lagoa na qual apenas os mais aventureiros mergulham.

LEVADA DO ALECRIM

Com início na popular zona do Rabaçal, no planalto do Paul da Serra, esta caminhada leva-nos até à Lagoa da D. Beja, num percurso pacífico, agradável e acessível a qualquer pessoa. A caminhada é curta e, por isso, é também ideal para fazer com crianças. O final, é simplesmente deslumbrante!

VEREDA DA PONTA DE SÃO LOURENÇO (PR8)

Mais um clássico da Ilha da Madeira, esta é a caminhada que nos leva até o ponto mais a este da Ilha. As magníficas vistas ilustram o contraste entre a agitação do mar do norte e a calma do mar do sul. No final, não deixe de visitar o Miradouro, a Casa do Sardinha e, se o tempo convidar, aproveite para refrescar com um mergulho no mar.

RIBEIRO FRIO – PORTELA (PR10)

Esta caminhada começa no Parque Florestal do Ribeiro Frio, muito visitado e conhecido pela criação de trutas. Pelo caminho, desfrutamos de uma natureza cheia de vida que nos guia num percurso mágico. As vistas panorâmicos enchem-nos os olhos e os túneis dão um toque de mistério à caminhada. No final, visitamos o miradouro da Portela para apreciar a imponência da rocha da Penha D’Águia.

Artigos relacionados

Tem de ter a sessão iniciada para publicar um comentário.